Bioma.NEWS — As últimas notícias dos ecossistemas alimentares

27/08/2019

Em destaque

Paris ganhará a maior fazenda urbana do mundo
A empresa francesa Agripolis é quem está por trás do arrojado plano de usar 14.000 metros quadrados de terras urbanas para não só plantar produtos orgânicos — produzidos de acordo com os ciclos naturais da terra — , como também desenvolver uma fazenda vertical hidropônica de sistema próprio. O projeto tem previsão de abertura para 2020 e seu principal objetivo é trazer novas formas de produção e consumo para as grandes cidades — começando por diminuir as distâncias viajadas pelos alimentos até chegarem às mesas dos consumidores urbanos. –The Guardian

E se todos nós comessemos menos carne?
É a indagação feita pelo New York Times em uma de suas últimas edições do Climate Fwd: a Newsletter sobre Mudanças Climáticas. A proposta é levantar pontos relevantes sobre como uma ação tão individual, se tomada de forma coletiva, pode melhorar a vida de sociedades inteiras. — The New York Times

Consumo e Cultura

A sobrepesca e os hábitos alimentares
Inteligente e cativante artigo de Cristiana Beltrão sobre as consequências do nosso consumo desinformado e desenfreado mundo afora. “Colocamos a gastronomia só na casinha do prazer e do gosto, quando educação alimentar também é coisa séria. Vamos falar a verdade: um dos fatores que leva à sobrepesca é nossa boca, nosso hábito. Há um mundão de espécies não ameaçadas e saborosas; é importante variar.” –Época

A estética monotemática dos estabelecimentos de food service
O trabalho acadêmico intitulado “Eating and Drinking in Global Brooklyn“, que em tradução livre lê-se “Comendo e Bebendo no Brooklyn Global”, busca mostrar fatores sociais que levam cafés e demais estabelecimentos do food service a se assemelharem tanto. Seja em Varsóvia, na Polônia, ou no Brooklyn, em Nova York: enquanto baristas se educam e desenvolvem vocabulários complexos, as mesmas marcas de máquinas de café La Marzocco e filtros Hario V60 se disseminam por diversas culturas. Enquanto a mistura de móveis sofisticados com objetos garimpados e sofás baratos se torna tendência global, o intuito da pesquisa é analisar uma nova formação cultural a partir de recorrentes práticas comportamentais em ambientes totalmente diversos — tanto cultural quanto geograficamente. –Fabio Parasecoli

Bens de Consumo Embalados e Restaurantes

As cápsulas de café e o meio ambiente
“O descarte do saboroso café em cápsula depende de um complexo processo industrial que ainda não atende a totalidade de resíduos produzidos” descreve artigo publicado no site O Joio e o Trigo. Mesmo a Nespresso, “criadora desta linha de bebidas em 1986, por exemplo, reciclou 17% do total de materiais que recolheu no Brasil em 2018. Pertencente à multinacional Nestlé, a marca afirma que pretende chegar a 100% em 2020. Mas, para atingir a meta, pode ter que acelerar o ritmo dos investimentos em logística reversa”. Recheado de boas informações e bem embasado, Guilherme Zocchio entrega uma importante reflexão sobre a cápsula de café e os hábitos de consumo contemporâneos. — O Joio e o Trigo

Foie Gras a base da célula animal
A empresa francesa Suprême já estuda a substituição da iguaria francesa por uma alternativa a partir da célula animal. O difícil, afirma o CEO Nicolas Morin-Forest, é replicar a alimentação forçada do animal. Contudo, “conseguimos nosso primeiro avanço técnico: replicar o efeito da alimentação forçada diretamente no nível da célula. Então nós temos a primeira parte da nossa receita. Agora precisamos trabalhar no sabor e na textura para garantir que, quando nosso foie gras chegar ao mercado, ele seja tão delicioso quanto a versão convencional”, afirma ele. O FT1.com.br traduziu o artigo originalmente publicado pela vegconomist. — FT1

Agricultura

Arquitetura Agrícola Urbana
Em imagens, exposição que aconteceu no começo do ano mostra como a arquitetura de novas tecnologias propõe tornar cidades autossuficientes nos quesitos: produção de alimentos e reaproveitamento de lixo. –The Guardian

Quinoa, a proteína do futuro?
Esse é o objeto de pesquisa do cientista israelense Dr. Ofir Benjamin. Ele busca respostas para duas das principais áreas da cadeia produtiva de alimentos: oferta e otimização do produto. Com a crescente demanda por produtos plant-based, o cientista vê na quinoa potencial para impulsionar inovação na cadeia produtiva e se tornar um produto proveniente de diversas geolocalizações (hoje o seu cultivo acontece em grande parte na Bolívia e no Peru). — The Good Food Institute

Somos um coworking de inovação, geração de conteúdo e networking para empresas e pessoas trabalhando por um sistema alimentar mais eficiente.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store