BIOMA.news — As últimas notícias do mundo da alimentação

22/06/2019

Destaques da semana

FoodTechs mapeadas Enquanto cresce exponencialmente o número de startups dedicadas a mudar o atual ecossistema de alimentos e bebidas, instituições mapeiam quão efetivas são, e quem está por trás, das inovadoras iniciativas.

No Brasil: a Liga Ventures tenta entender como startups brasileiras estão contribuindo para o novo cenário de alimentos e bebidas, até então imutável. No último mês de maio a organização publicou o Liga Insights FoodTech — extenso estudo que contou com mais de 30 entrevistados e mais de mil startups analisadas. –Liga Insights

Nos Estados Unidos: 2018 foi um ano de maior maturação do que de inovação no setor. Contudo, o relatório de desempenho e investimento no universo das foodtechs — publicado pela Food Tech Connect — , computou mais de $1bi de dólares em negociações. –Food Tech Connect

Food Service em movimento
Aconteceu nos últimos 16 a 19 de junho a Fispal Food Service — uma das principais feiras voltadas para o profissional que busca aprimorar seu desempenho no mercado de serviços em alimentação.

Também focado no empreendedorismo gastronômico, aconteceu, dia 11 de junho, o Food Lab Summit 2019.

Consumo e Cultura

Semana Mundial Sem Carne
Em esforço conjunto, as organizações Mercy for Animals (MFA), Greenpeace e Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) lançaram o desafio Semana Mundial Sem Carne. O intuito é trazer reflexão e novas descobertas para aqueles interessados em mudar seus hábitos alimentares. –SemanaSemCarne

Quando o mar não está para peixe
Muito tem se falado das alternativas à carne de vaca. Pouco tem se visto das alternativas à carne do peixe. Porém, startups investindo nessa linha de produtos existem. E são promissoras. –Forbes

Livro
Four Fish: The Future of the Last Wild Food

Aproveitando o gancho, a sugestão de livro, que em tradução livre se chama Quatro Peixes: O Futuro dos Últimos Alimentos Selvagens”, é do autor Paul Greenberg. Greenberg, pescador amador, viu com seus próprios olhos o declínio — e a mudança de hábitos — das principais espécies aquáticas destinadas ao consumo humano (salmão, badejo, bacalhau e atum). No livro, o autor traz relatos e reflexões muito pertinentes ao atual momento ambiental e alimentar.

Bens de Consumo Embalados e Restaurantes

Corona vai substituir a tradicional embalagem de 6 anéis por latas empilháveis
A indústria de bebidas produz 15 milhões de toneladas de embalagem plástica por ano. O design criado pela fabricante está sendo chamado de ‘fit pack’ e já está em teste. –The Daily Meal

A verdadeira sustentabilidade dos restaurantes do futuro
Setembro próximo a Suécia granhará o primeiro “restaurante laboratório” projetado para entender a eficácia de um restaurante inteiramente sustentável — do canudo ao desperdício de alimentos. Restauranglabbet reunirá profissionais de diversas áreas para colocar tecnologia, pesquisa acadêmica, design e ciência na mesma mesa, e entender como funcionará o restaurante sustentável de 2030. –The Spoon

Impossible Whopper de costa a costa nos Estados Unidos
Após sucesso na fase de testes nas lojas Burger King da região de St. Louis — Misouri, o sanduíche vegano Impossible Whopper já teve estréia em cidades da Flórida, Alabama e Georgia. Um tour bus do Impossible Whopper está de passagem por algumas dessas cidades. Os consumidores podem acompanhar as paradas pela página do Burger King no Facebook. –TheTakeout

A corrida pela substituição dos ovos
Produzido e vendido pela Ovos Mantiqueira, maior produtora de ovos do país, o N.OVO — substituto brasileiro para receitas que levam ovo em sua composição — chegou para atender à demanda crescente de produtos que dispensam sofrimento animal e demais questões de saúde, tanto individuais quanto ambientais.
Nos Estados Unidos, entretanto, a corrida já está alguns kilometros à frente. Junto aos produtos em pó similares ao N.OVO, já é possível consumir uma cópia fiel de um ovo mexido — só que plant-based. A empresa que hoje domina esse mercado é a Just, Inc. — avaliada em $1 bilhão de dólares. –Bloomberg

Behind the Foods chega à hamburgueria de São Paulo
Mais uma foodtech brasileira começa a ganhar notoriedade. A Behind the Foods teve seu hambúrguer plant-based lançado na, também nova, hamburgueria MUDA Organic Burger & Bar. O restaurante que nasceu com o objetivo de ser a primeira hamburgueria com conceito orgânico e sustentável do Brasil oferece o MUDA BEHIND como alternativa vegana ao tradicional hambúrguer.

Agricultura

Embate entre Impossible Foods e pecuaristas
A empresa de substitutos plant-based equiparou a pecuária regenerativa à tecnologia do carvão limpo — só que da carne. Os ecos da afirmação não tiveram boa repercussão entre tradicionais pecuaristas e entusiastas da prática regenerativa. –CivilEats

Os Millenials e a atividade rural na África
A insatisfação que levou africanos para longe das lavouras e plantações está perdendo força. Jovens ligados à questões sociais e ambientais, e antenados em tecnologia, estão quebrando antigos paradigmas e tirando do trabalhador rural o sentimento de vergonha pela atividade braçal exercida no campo. Muito pelo contrário. A nova geração está trazendo um ar sexy e inovador para a agricultura. –The New York Times

Somos um coworking de inovação, geração de conteúdo e networking para empresas e pessoas trabalhando por um sistema alimentar mais eficiente.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store